CARILLE BARRA DOIS JOGADORES E ATACANTE VOLTA!

O técnico Fábio Carille prometeu não fazer grandes mudanças na equipe do Corinthians para a partida desta quarta, contra o Fluminense, às 21h45 (de Brasília), no estádio de Itaquera, pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil, sua primeira no cargo de forma fixa, mas deixou claro suas preferências no treinamento realizado nesta terça-feira, no CT Joaquim Grava, o último antes da decisão. No total, são cinco mudanças com relação à equipe que perdeu por 2 a 0 para o Palmeiras, no sábado, sendo duas delas por opção técnica: as saídas de Cristian e Lucca.

Os dois, que haviam conquistado a posição de titular nas últimas partidas de Cristóvão, realizaram apenas um trabalho em campo reduzido com os reservas na segunda parte do treino, assistindo de longe ao retorno do “treino-fantasma”, movimentação que era muito utilizada com o técnico Tite, mas que foi deixada de lado pelo seu sucessor. Na ocasião, os titulares são postados no esquema que desempenharão no jogo, vivenciando situações específicas de jogo.

Para esse trabalho, Carille escalou Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Guilherme Arana; Camacho, Giovanni Augusto, Rodriguinho, Marquinhos Gabriel e Marlone; Romero. Dessas, as mudanças feitas por desempenho são as entradas de Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel nos lugares de Cristian e Lucca. Na zaga, Yago poderia aparecer após a péssima partida feita por Vilson no Derby, mas o defensor titular frente ao Palmeiras nem sequer foi a campo, o que caracteriza uma substituição por lesão.

Na lateral direita, Fagner retorna após cumprir suspensão, deixando o jovem Léo Príncipe entre os suplentes. Já na frente, Romero é outra mudança que estava programada, pois Gustavo, centroavante titular nas últimas três ocasiões, não pode atuar pelo clube na Copa do Brasil. Contratado há quase um mês, ele jogou o torneio pelo Criciúma, seu ex-clube, o que impede a sua escalação.

No trabalho feito por Carille, os maiores pedidos foram por triangulações nos lados do campo, principalmente na saída de bola. Participando ativamente do treino, como fazia Tite, ele fez os jogadores trabalharem situações como laterais ofensivos e defensivos, além de lançamentos longos. Depois, ficou cerca de meia hora orientando o posicionamento nas bolas paradas laterais e escanteios, ocasiões que têm atormentado a defesa nos últimos jogos.

Por ter empatado por 1 a 1 no duelo de ida, o Timão pode até terminar o jogo em 0 a 0 que estará classificado para as quartas de final da competição. Uma vitória simples também assegura ao Alvinegro a vaga, enquanto os cariocas buscam empates por 2 a 2 ou mais, além de um triunfo.
8808 visitas - Fonte: Gazeta esportiva