NETO DETONA FLUMINENSE: 'QUEM TEM QUE CHORAR É A PORTUGUESA'

As extensas reclamações de jogadores, comissão técnica e dirigentes do Fluminense acerca da arbitragem de Rodolpho Toski no jogo da última quarta-feira, contra o Corinthians, na Arena, renderam um comentário para lá de ácido por parte de Neto. Ídolo do Timão e hoje apresentador da TV Bandeirantes, ele lembrou o episódio do "tapetão" dos cariocas de 2013.
"Não venham chorar. Quem tem que chorar é a Portuguesa, não o Fluminense. Porque era para o Fluminense estar na Segunda Divisão", declarou, durante o programa "Os Donos da Bola".
A indireta de Neto diz respeito ao episódio no qual o Fluminense acabou rebaixado para a Série B de 2014, mas entrou com recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva alegando irregularidade na escalação da Portuguesa e, assim, permanecendo na elite do futebol brasileiro às custas do rebaixamento da equipe do Canindé quase um mês após o término do campeonato.
No que diz respeito às reclamações dos cariocas no jogo dessa quarta, a alegação é de que três gols anulados por impedimento e dois supostos pênaltis não assinalados pela arbitragem teriam prejudicado o Fluminense. Especialistas, no entanto, deram razão ao juiz.
O Corinthians ,por sua vez, não perdeu a oportunidade de zombar em meio ao "chororô" do adversário. Sobrou resposta nas redes sociais até para o técnico Levir Culpi.